Anemia hereditária, talassemia não é fator de risco para o coronavírus

Portadores de talassemia minor estão no grupo de risco para a Covid-19?

Segundo o site da Associação Brasileira de Talassemia (Abrasta), a talassemia é um tipo de anemia hereditária, transmitida de pais para filhos, e que faz parte do grupo de doenças da hemoglobina.

Fernando Tricta, especialista em talassemia e membro do comitê médico da Abrasta, os portadores de talassemia minor não estão no grupo de maior risco da Covid-19.

De acordo com Tricta, não há evidências até o momento de que portadores de talassemia, minor, intermediária ou major, sejam mais propensos a contrair a doença. As informações publicadas tampouco indicam que, caso contraiam, tenham mais chance de ter quadro mais severo.

Em documento publicado pela Federação Internacional de Talassemia sobre os impactos da Covid-19 em portadores de talassemia e anemia falciforme, as precauções a serem seguidas são as mesmas recomendadas para a população geral.

Caso esses pacientes tenham febre, sintoma comum nesses portadores no período de gripe sazonal, não devem ir para o hospital, onde há o risco de contaminação por coronavírus, ou suspender a suplementação de ferro sem antes consultar médicos de confiança, pois se arriscam a ter um agravamento do quadro anêmico. (Ana Bottallo)

Fonte: Folha de São Paulo